quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Entrevista: José Gayegos!

O blog CoutureLab traz uma entrevista exclusiva com um dos maiores expoentes da moda brasileira: José Gayegos! Amigo pessoal da fundadora da CoutureLab, Marilene Veiga, Gayegos aceitou ceder um pouco de seu tempo para responder a algumas perguntas elaboradas pela equipe CoutureLab!

Gayegos iniciou sua carreira nos anos 60 como assistente do estilista-ícone Dener Pamplona de Abreu. Abriu seu próprio atelier em seguida. Hoje, é crítico de moda e tem seu próprio programa, onde entrevista estilistas e outros profissionais da moda! Com vocês, José Gayegos!

Como começou sua carreira no mercado de moda?
Como assistente do Dener em 1966.

Quais momentos você considera os mais marcantes em sua carreira?
Meu primeiro desfile na Fenit em 1969 que me rendeu o convite pra fazer os figurinos da novela Pigmalião 70 na Globo e o desfile na Marquês de Sapucai pelas mãos do mágico Joãozinho Trinta.

Como está a repercussão de seu programa, Rendas e Babados? Quais entrevistas você mais gostou de fazer? E quais menos gostou?
O programa vai completar 3 anos de existência. A que eu mais gostei foi com a Glória Coelho e outra com a Thereza Collor. Não lembro de alguma que não tenha gostado.

Como você conheceu a modelo gaúcha Lúcia Moreira Salles?
Conheci em Paris. Ela era diretora da Chanel. Ficamos muito amigos e ela me apresentou ao Dener. Foi minha madrinha na moda. Na época ela era Lucia Curia.

Quando e em qual ocasião foi seu primeiro contato com Dener? Quais foram suas primeiras impressões ao conhecê-lo?
Quando voltei de Paris e trouxe uma carta de apresentação feita pela Lucia Curia. Achei que iria encontrar uma pessoa arrogante, estrela, e ele foi simpaticíssimo, comecei a trabalhar com ele no dia seguinte.

Como você definiria o estilo único de Dener?
Difícil definir. Ele era tão original e surpreendente! Esperava uma coisa e ele saía com outra, sempre melhor do que eu imaginava!

Dener começou sua carreira muito jovem. Quais foram as principais influências dele ao iniciar na moda?
Só uma: Balenciaga

Caso a marca Dener tivesse continuado no mercado, quais você acha que seriam suas características hoje em dia?
Depende de quem a fizesse, mas não vejo como seria possível, pelo menos sob o ponto de vista do estilo. Ele era intuitivo, a moda hoje é racional e marqueteira.

Quais paralelos você traçaria entre a moda produzida hoje, e a moda feita por Dener?
Essa pergunta merece um livro! Rsss. Épocas diferentes, não dá pra traçar paralelos.

Existe uma identidade de moda nacional, neste começo de século XXI?
Nenhuma; apenas intenções de ter. Identidade não se força, se forja com o tempo e naturalmente.

Que dicas você teria para os jovens que estão entrando no mercado de moda, em especial, no prêt-a-porter de luxo?
Mergulhar na modelagem; é ela que permite explorar a criatividade. Desenho é apenas uma ilustração de ideias. E se é luxo, tem que ter qualidade.

Quais áreas da moda são mais promissoras?
Moda infantil. Um espaço enorme e vazio para ser ocupado.

Agradecemos à Gayegos pela entrevista! Para ler mais de Gayegos, visite o seu blog pessoal, a coluna dele, no portal Chic, e assista seu programa, Rendas e Babados, no All TV, todas as quartas-feiras, das 21 às 22 horas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário